Livros

Conexões: Nexos e Paradoxos do Cotidiano

Conexões: Nexos e Paradoxos do Cotidiano

Jerônimo Lima

Ed. Satélite Virtual

O valor do livro é R$ 50 e toda a arrecadação será doada para o Hospital de Caridade de Cachoeira do Sul, RS.

Para adquirir seu exemplar, faça TED ou depósito bancário identificado para Mettodo – Reflexão Estratégica EIRELI, CNPJ 08.873.011/0001-98, na Caixa Econômica Federal (104), agência 0454, conta 243-0, OP 003.

Entre no menu Contato do site e confirme seu pedido, informando o endereço completo para envio pelo correio e anexando o comprovante de depósito.

Participe gratuitamente do evento de lançamento do livro no dia 24/08/2021, das 19h às 20h30, pela Plataforma Zoom - link https://bit.ly/2VHWQrk.

Este é um livro de ensaios que tenta promover uma conversa com o leitor, abordando os mais diversos temas do dia a dia, com o intuito de estimular novas reflexões sobre os nexos e paradoxos do mundo em que vivemos.

A palavra conexão vem do latim conectare, que significa ‘atar junto’, ‘atar um ao outro’, formada por con, ‘junto’, mais nectere, ‘ligar, atar’. Da raiz desse verbo também veio a palavra ‘nexo’. Em termos gerais, uma conexão é o mecanismo ou sistema que estabelece nexos entre dois elementos quaisquer. Dessa forma tratada, uma conexão pressupõe demandas distintas, mas que mantêm entre si um certo nível de vínculo. Por extensão, conexão de ideias diz respeito à relação lógica entre ideias ou fatos; coerência, nexo. Tem a ver com aprender na contemporaneidade, considerando a necessidade de o livre pensar perante um mundo em transformação, correlacionando fatos e as impressões sobre eles.

O que fazer para que tenhamos mais gente crítica no mundo, mas que também tenha a cabeça aberta para aceitar debater e incorporar novas ideias para a solução dos problemas do mundo, sem polarizar e ir contra um futuro melhor? É preciso combater o espírito de negatividade que nos assola como um ‘possibilista’ bastante sério, alguém que não mantém esperanças se não houver razão para tanto e que também não teme se não houver razão para tanto. Que constantemente resiste à visão de mundo excessivamente dramática. Isso não é ser otimista, é ter uma ideia clara e razoável a respeito de como as coisas são, é ter uma visão de mundo que é construtiva e útil.

Como um guia didático e introdutório, este livro pretende ajudar na compreensão dos vários elementos presentes na sociedade, principalmente no contexto dos desafios do século 21, de modo a guiar quem lê aos significados que podem nos aproximar das oportunidades de transformar a realidade.